2020 Pelotas

Dando sequência à materialização das composições revisadas e harmonizadas, foi lançado o volume 2 do songbook.

Recebi dois grandes presentes nesse início de ano - uma resenha muito bem feita pelo Gil Soares, flautista, batalhador da música instrumental e integrante do grupo Sovaco de Cobra Trio que, juntamente com Silvério Barcellos e Jucá de Leon, me presentearam com a gravação de duas músicas minhas no seu novo disco "Nossa Alma" com toda a sensibilidade e talento que lhes é peculiar.

RESENHAS ISOLADAS - 3
PAULINHO MARTINS - ASSIM TRADUZI VOCÊS (2017)
escutar o disco do paulinho martins é estar entre amigos. daqueles do núcleo duro do coração! ele fez questão de que assim fosse, e conversaremos sobre isso, mas antes é preciso dizer que estamos falando de um compositor dos mais prolíferos do nosso cenário. se fosse gravar tudo que compõe precisaria lançar uns três álbuns por ano! prova disso é que já emplacou o segundo volume de partituras disponibilizadas gratuitamente online (e em uma edição impressa limitadíssima para distribuição entre os amigos músicos!), cada um com 25 temas, harmonizados pelo parceiro fabrício pardal moura, no formato melodia/cifra.
para a alegria de todos os amigos da música o paulinho lançou em 2017 um cedê que homenageia nosso fundamental AVENDANO JR, através de uma seleção de composições que evocam a tradição boêmia, o rigor técnico e a riqueza melódica que são marcas da obra do genial e saudoso cavaquinista pelotense falecido em 2012; pra deixar ainda mais explícita a homenagem, o compositor batiza o trabalho de ASSIM TRADUZI VOCÊS, uma brincadeira com o nome do famoso choro composto pelo mestre, e que ganha aqui uma releitura riquíssima.
quem convive com o bandolinista sabe que se trata de alguém que não desperdiça palavras, e não porque fale pouco, mas sim porque fala o necessário, no momento adequado e de forma leve, geralmente bem-humorada; musicalmente também é assim, tocando na medida, as notas que considera necessárias, sem rodeios ou exageros, colocando a MÚSICA em primeiro lugar.
a abertura do disco com a acelerada ALTO ASTRAL é exemplo disso: em dueto com o pandeiro do querido nando barcellos (pronto, começaram a aparecer os amigos!) frases em vertiginosas sequências de semicolcheias já apresentam o cartão de visitas do paulinho que todos conhecemos e admiramos! muito suíngue, breques e dinâmicas que abrem o baile em grande estilo.
na sequência um desfile de estilos que vão do obrigatório e onipresente choro à milonga, chamamé, tango, valsa, baião, jazz... tudo sustentado por um quarteto base que tem, além do anfitrião, o luxo dos compadres fabrício pardal moura no violão, baixo, cavaquinho e cuatro venezuelano (!!!), rui madruga no violão de sete cordas e o já citado nando barcellos apimentando tudo com suas percussões diversas, onde naturalmente o pandeiro dá o tom. convidados ilustres como egbert parada (violão), aluísio rockembach (acordeom), júlio zabaleta (flauta) e paulo lima (baixo acústico) completam a teia de sonoridades escolhidas para vestir os onze temas.
mesmo conhecendo o trabalho desde seu lançamento, a cada audição é possível encontrar novas surpresas nos detalhes delicados de timbre e fraseados, como nas introspectivas 11 DE MAIO DE 2015 (duo com o acordeom) e SULDADE (duo com a flauta), ou no intrincado jogo polifônico da hipnótica SOZINHO, onde o bandolim se multiplica em duas e até três vozes que caminham juntas em um desafio técnico e estilístico digno dos estudos acadêmicos de performance.
o disco encerra com a já mencionada releitura para o clássico ASSIM TRADUZI VOCÊ, do avendano, que aparece como um "vals venezuelano" (estilo em binário composto 6/8, enquanto o original é em um tradicional 2/4) que na gravação tem o molho característico proporcionado pelo cuatro, instrumento típico, tocado pelo múltiplo pardal. um show de variações, contrastes ritmicos e diálogos entre percussão, bandolim, violão e baixo. formação camerística de alta qualidade!
voltando à lista dos amigos envolvidos, o trabalho foi gravado no A VAPOR ESTÚDIO, casa do lauro maia, teve o esmute farias como técnico, produção executiva da ana maia, arte eprojeto gráfico da carol e do vini... cara, é uma constelação de gente querida, foda e cheia de substância envolvid@s num mesmo projeto!
como sabemos que o paulinho não para de compor, só nos resta esperar por novas aventuras, tanto gravadas quanto ao vivo. aguardaremos!

Gil Soares

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now