Vencedores do Prêmio Paulinho Martins de Música

1° Lugar - Chorei Sem Querer

O Grupo Chorei Sem Querer nasceu em 2018 de forma despretensiosa, após uma sucessão de encontros musicais entre amigos. A formação reúne integrantes de várias regiões do Brasil: A flautista Júlia Alves e o guitarrista Gustavo Mustafé são ambos do estado de São Paulo, o violonista de sete cordas Vasco Jean Azevedo é mineiro e completam a formação os gaúchos Daniel Orttíz no pandeiro e Guilherme Vieira no bandolim e cavaquinho, último a ingressar no grupo no começo do ano de 2020. Com pouco mais de um ano e meio de atividades, o grupo já participou de diversos eventos e projetos na cidade e no estado, tendo como destaque a participação no evento O Choro é Livre, que aconteceu em maio de 2019 no Theatro São Pedro em Porto Alegre e reuniu os 15 maiores expoentes do choro da região sul do país. Atualmente o grupo se encontre em processo de captação de recursos e pré-produção de seu primeiro disco. Um álbum que registrará doze composições e arranjos inéditos de seus integrantes.

2° Lugar - João Paulo Seben

João Seben é bandolinista e compositor atuante no cenário do Choro e do Samba na região da serra gaúcha desde 2015, quando começou ao cavaquinho, tenho posteriormente migrado em 2018 para o bandolim.
Participou de festivais de música em Pelotas, Gramado, Caxias do Sul e Florianópolis, além de frequentar em 2017 a Oficina de Choro de Porto Alegre.
Atualmente cursa Licenciatura em Música na faculdade Claretiano, integra o Conjunto Descendo a Serra e organiza oficinas e apresentações voltadas a história do Choro.